segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

IME/ITA X UFMG

Passei no vestibular da UFMG para o curso de engenharia civil. Fui muito bem, o ano de estudos pesados falaram alto durante as provas, tanto primeira como segunda etapa. De tanto estudar pra vestibulares mais difíceis, o da federal ficou mais tranquilo. Estudei para os vestibulares do IME e do ITA e não passei em ambos. Mas qual a diferença entre eles afinal?


1-
O Vestibular: O concurso do ITA é feito em 4 dias, um dia paras as matérias principais, matemática, física e química, e um dia para português, literatura e redação. As provas de exatas têm 20 questões fechadas, com 5 opções, e 10 questões abertas. A prova tem sempre de 2 a 5 questões bobas, algumas medianas, algumas difíceis e umas poucas motherfuckers.
Resultado: Só sei que não fui aprovado. Não dizem mais nada.



2-
O Vestibular: O concurso tem 5 dias de provas sem perdão. Um dias de questões fechadas, um dia pra cada uma das exatas e um dia pra redação, português e literatura. As questões fechadas já são bem ferradas. A maioria é mais difícil que as do ITA. São 60 questões fechadas. Já as provas abertas são matadoras. São 3 horas de provas pra fazer 10 questões de dificuldade OmgWthMegaPlusAdvancedGoldMichaelphelpsTurboEvil! Há rumores de que alguns elaboradores das provas colocam questões que eles não souberam como resolver pra ver se alguém teria uma idéia legal.
Resultado: Precisava tirar mais 1,1 em matemática e mais 0,8 em química (isso não é pouco) pra passar na prova e depois torcer pra que muitos desistissem de ir pra lá.


3-
O Vestibular: No total 5 dias, mas não seguidos. Um dia de primeira etapa e quatro de segunda. Na primeira etapa fui bem, gabaritei quatro das oito matérias. Fiquei com 52/64, que é uma nota boa já que a maior nota de corte foi 49. A segunda etapa foi bem tranquila em comparação com os outros vestibulares. Cinco ou seis questões por prova e 3 horas para a realização, podendo deixar a lápis.
Resultado: Aprovado em 2º lugar.


Não quero parecer ingrato com a vida, afinal, muita gente tenta passar na UFMG e não consegue. Mas não era isso que eu queria. Mas também... tava querendo demais. Ser aprovado após um ano de estudo depois de 7 anos de levar a escola empurrando com a barriga.
De qualquer forma, vou tentar outra vez.

Fica aí a dica pra quem quer passar no vestibular: estude mais do que você acha que é necessário.

5 comentários:

Rábula disse...

Valeu pela dica.
As palavras convencem. O exemplo arrasta

Comentador Fiel disse...

" Há rumores de que alguns elaboradores das provas colocam questões que eles não souberam como resolver pra ver se alguém teria uma idéia legal."


aehueauheuhauheauheahuuheahahuuha
Verdade Pura.

Se for assim tente outra vez Champz, tenho certeza que você consegue! Juro que tenho.

John, O Lobo disse...

Tenta de novo que vc consegue o ITA!

LEmbre-se que as cocotas de são José dos Campos não resitem a um cara de uniforme (Y)

PS.: Provas com mais de um dia seguidos são um saco.

Roses disse...

Parabéns calouro!!!
se jogaaaaaa nesse mundo doido das universidades, e aproveita q passa mto rápido (choro de qm tah saindo...)!!!

e, claro, cntinua tentando o q vc qr, tah no caminho jah!

Débora disse...

vc é emo e nerd por escrever isso! :B
shauahsuahsuhas
considere-se muito feliz, amg..é isso que vc vai ser na UFMG!bjs